//Programa de Acolhimento Familiar: Gerando Afeto Acolha Esta Ideia

Programa de Acolhimento Familiar: Gerando Afeto Acolha Esta Ideia

O programa foi criado  para a atender adolescentes de 12 a 18 anos de idade completos, visto que no município não existe a possibilidade  de acolhimento institucional para este público.

Foi criado em parceria pela Prefeitura Municipal de Brotas através da  Secretaria Municipal de Ação Social, Setor Técnico de Serviço Social do Fórum de Brotas; Juizado e Promotoria da Comarca de Brotas/SP, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente ( CMDCA)  e Conselho Tutelar.

O Programa de Acolhimento Familiar é uma medida de caráter excepcional provisório, caracteriza-se como um serviço que organiza o acolhimento na residência de famílias cadastradas, de adolescentes de 12 a 18 anos incompletos afastados de suas famílias de origem mediante ordem judicial através de medidas protetivas. Representa uma modalidade de atendimento que visa oferecer proteção integral às crianças e adolescentes até que seja possível sua reintegração familiar ou colocação em família substituta.

O  acolhimento por famílias da comunidade se constituiu em uma opção mais coerente com a doutrina da proteção integral defendida  pelo ECA, pois representa a possibilidade da continuidade da convivência familiar e comunitária em ambiente sadio, onde a criança possa expressar sua individualidade e ter minimizado o seu sofrimento diante da crise que se coloca.

Receber uma criança em acolhimento familiar, não significa integrá-la como “filho”, esta relação necessita estar clara para os envolvidos no processo, as famílias precisam compreender o seu papel de parceiro no atendimento à criança e na preparação para o seu retorno à família de origem ou encaminhamento para uma família substituta.

Concomitante a colocação da criança em uma destas famílias provisórias, se faz necessário trabalhar com as famílias de origem tendo em vista a reintegração familiar, sempre que possível,  quando eliminados os riscos sociais e pessoais que levaram à retirada da criança.

Para efetivar este programa é necessário frisar que a família acolhedora  terá uma ajuda financeira para auxiliar nos gastos com as crianças e/ou adolescentes acolhidos, visto que será ela a responsável por custear a alimentação, medicação, exames/consultas médicas, vestuário, calçados, materiais escolares, entre outras necessidades;

Os requisitos necessários bem como todas as demais informações poderão ser recebidas junto a Secretaria Municipal de Ação Social- Projeto Brotando Vida, Na Rua José Martinelli, 39 ou pelo telefone 36532605/  97943839.